Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Afinal, qual é o país mais generoso?

  • 333

antónio pedro ferreira

Um estudo internacional coloca Portugal na 82ª posição a nível da generosidade. Mas a análise não pode ficar só pelos números. As associações ligadas ao voluntariado pedem uma nova lei

Carolina Reis

Carolina Reis

Texto

Jornalista

António Pedro Ferreira

António Pedro Ferreira

Fotos

Fotojornalista

Cada um dá o que pode, diz o ditado popular. Uma organização internacional, a Charities Aid Foundation, foi contabilizar as horas de voluntariado, as doações de dinheiro e de tempo para ajudar estranhos e concluiu que o país mais generoso do mundo está na Ásia, é a Birmânia (ver gráfico em baixo). Na classificação geral, Portugal surge na tímida posição número 82, um lugar que surpreende quem trabalha com voluntários e em organizações sem fins lucrativos. Os números, no entanto, não querem dizer tudo.

“Os portugueses estão mais predispostos a promover iniciativas de apoio do que a fazer voluntariado permanente no tempo”, defende o Padre Lino Maia, diretor da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade. A generosidade existe, mas em Portugal reage-se mais ao imediato, perante o problema, do que se investe em redes permanentes e isso não conta, oficialmente, como voluntariado.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI