Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Dez discos em tempo de Natal

  • 333

Tradição definitivamente criada pelo crescimento do mercado do disco entre os anos 40 e 50, o hábito de lançar canções de Natal cruza gerações e géneros musicais. De Bing Crosby a Frank Sinatra, de Elvis Presley aos Wham!, de James Brown a John Lennon, este é um período que ainda hoje anima músicos e quem os escuta. Através de dez desses discos, recordamos aqui esta história

Com antiga tradição entre espaços de culto e as primeiras salas de concertos, com marcos de referência que passam pelas várias cantatas de Natal de Johann Sebastian Bach ou por obras como “L’Enfance du Christ”, de Berlioz, ou a “Oratória de Natal”, de Saint Saëns, o hábito de celebrar pela música a quadra natalícia ganhou expressão na cultura popular com uma série de canções compostas entre meados do século XIX e a década de 40 do século XX e que o tempo foi depois transformando em standards, tantas foram as versões e interpretações que delas fizeram parte da banda sonora desta etapa do ano.

Entre “Jingle Bells”, composto em 1857, por James Lord Pierpont, em Inglaterra, e “Little Drummer Boy” (na origem chamava-se “Carol of the Drum”), que a norte-americana Katherine Kennicott Davis apresentou em 1941, surgiu um corpo de canções que chegaram a palcos, a primeiros fonogramas e emissões de rádio.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI