Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Ricardo Salgado. E depois disto tudo?

  • 333

Fotomontagem D.R.

Já foi um dos homens mais poderosos deste país. Era o banqueiro com quem todos queriam ser vistos. Parecia intocável, mas hoje todos dele se afastam. Desde a derrocada do seu império financeiro, a descida ao inferno tem sido uma caminhada solitária. Longe da vista, Ricardo Salgado concentra todas as energias na preparação da sua defesa. Resta saber se o ataque já acabou. Este texto foi publicado originalmente na Revista do Expresso a 24 de janeiro deste ano. Entretanto, Salgado deixou no passado dia 11 de estar em regime de prisão domiciliária

Começando à bruta: vai Ricardo Salgado ser preso? A pergunta não é apenas de voz popular sobre o desfecho dos processos judiciais: não passa semana sem que o próprio ouça rumores que é desta, que agora o vão buscar, que o vão deter preventivamente.

Num escritório no Estoril, o antigo Dono Disto Tudo repete aos poucos que o visitam "vou lutar até ao fim", mas Salgado ainda nem do princípio passou. Só há suspeitas, não são poucas, podem ser mais. Continuando à bruta: havia um "saco azul" no Grupo Espírito Santo para pagar avenças, comprar serviços... e pessoas? Serviu o BES Miami para legitimar dinheiro do antigo regime líbio de Kadhafi? Onde está o dinheiro de Angola? Quem ganhou o dinheiro que era de quem o perdeu? O rasto do dinheiro está provavelmente perdido para sempre - mas não de todo o dinheiro.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI