Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Winston Churchill. A falta que ele nos faz

  • 333

corbis

Reacionário, racista e chefe militar desastrado? Ou mente visionária, estadista destemido e irredutível defensor da liberdade? A história de Winston Churchill não tem uma só dimensão. Mas há lições a retirar do seu desempenho político, 50 anos depois da sua morte. São lições a reter por políticos ou por quem tem ambições políticas. Mas são, sobretudo, lições a reter por si, caro eleitor - texto publicado na Revista do Expresso no dia 10 de janeiro deste ano

FILIPE RIBEIRO DE MENESES

Fez este ano 50 anos que morreu Winston Churchill, o primeiro-ministro britânico que em 1940 desafiou Hitler, recusando-se a aceitar - perante o espanto e a incompreensão de grande parte do mundo - a inevitabilidade de uma vitória nazi.

Terá a longa carreira de Churchill, que passou mais de meio século na Câmara dos Comuns, servindo em inúmeros governos, alguma lição para os políticos de hoje? Numa altura em que a Europa sofre - ouve-se dizer praticamente todos os dias - os efeitos de uma terrível crise de liderança, onde estão os herdeiros de Churchill?

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI