Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

A carreira das estrelas

  • 333

O que é que aconteceu aos três atores centrais da primeira trilogia “Star Wars”? Harrison Ford é o único que conseguiu sobreviver para além de Han Solo

star wars

Algures a meio do primeiro episódio da sexta temporada da série de televisão “Family Guy”, alguém diz que Harrison Ford foi o único dos três atores centrais da primeira trilogia “Star Wars” (1977-1983) cuja carreira não foi liminarmente destruída pela saga produzida por George Lucas. Trata-se de uma verdade insofismável: do trio composto por Mark Hamill (Luke Skywalker), Carrie Fisher (Leia Organa) e Harrison Ford (Han Solo), o último foi o único que, na senda desse projeto, veio a conhecer aquilo a que se convencionou chamar uma “carreira de sucesso”.

De facto, ainda durante o período de gestação da trilogia original, Harrison Ford (que, no início dos anos 70, chegou a abandonar a representação para se dedicar à carpintaria…) foi convidado a protagonizar dois filmes que haveriam de confirmar, em definitivo, a sua ascensão ao estatuto de actor-vedeta. Falamos aqui, claro está, de “Os Salteadores da Arca Perdida” (1981), de Steven Spielberg (onde Harrison Ford pela primeira vez deu corpo à personagem de Indiana Jones), e do “Blade Runner” (1982), de Riddley Scott. Já em 1985, um drama de Peter Weir (“A Testemunha”) deu-lhe a possibilidade de provar a sua competência fora do universo do fantástico e da ficção-científica, oferecendo-lhe uma interpretação dramática de recorte clássico, que foi justamente recompensada com aquela que – até à data – foi a sua única nomeação para o Óscar de melhor ator.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI