Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O que dizem os rankings?

  • 333

NOTAS. O ranking das escolas é divulgado a partir das 00h00 deste sábado. E há mudanças no topo. No site do Expresso pode consultar todas as listas

JOSÉ CARLOS CARVALHO

Amanhã será divulgado mais um ranking das escolas. Há 15 anos que são publicadas as médias de cada estabelecimento de ensino nos exames nacionais. Mas afinal que conclusões é possível tirar destas listas? O privado é mesmo melhor do que o público ou nem sequer faz sentido comparar os dois? E que impacto têm estas notícias no ensino? As opiniões dividem-se.

São publicados há 15 anos, mas continuam a suscitar curiosidade e polémica. Poucos resistem a espreitar os rankings para saber em que lugar está o liceu onde estudaram ou em que posição ficou o colégio onde matricularam os filhos. Os telejornais abrem com imagens da “melhor” e da “pior” escola e as notícias alimentam debates acesos sobre a qualidade do ensino público versus privado. Mas a verdade é que a média nos exames diz pouco sobre o verdadeiro mérito de cada estabelecimento de ensino.

“O lugar nos rankings reflete, acima de tudo, a condição socioeconómica dos alunos que prestaram provas. Isto porque sabemos que uma variável com elevado poder explicativo dos resultados é a maior ou menor continuidade entre a cultura familiar e a cultura escolar”, explica Teresa Seabra, investigadora do ISCTE e autora de vários estudos sobre o sucesso escolar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI