Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Marine le Pen. “Os franceses querem experimentar a Frente Nacional”

  • 333

TRIUNFANTE. Marine le Pen após o discurso que fez depois das eleições deste domingo

JULIEN WARNAND/EPA

Vitória da Frente Nacional na primeira volta das eleições regionais provoca crise e onda de convulsões no PS e na direita. Marine le Pen, eufórica, diz que manobras dos aparelhos partidários para a travar na segunda volta, no próximo domingo, são “suicídio coletivo”

Depois da vitória de Marine le Pen na primeira volta das eleições regionais, este domingo, a tensão e a agitação são enormes na sede nacional do PS francês. Depois da direção socialista ter decidido impor a retirada das listas socialistas, a favor das de direita, nas três regiões onde os nacionalistas de Marine le Pen podem ganhar na segunda volta das eleições regionais, no próximo domingo, muitos militantes dessas regiões não concordam e disseram que só aceitam a desistência por disciplina partidária.

Mas numa das regiões em causa - na Alsace-Champagne-Ardenne-Lorraine, que tem o dobro da superfície da Bélgica - o cabeça de lista regional, o histórico socialista Jean-Pierre Masseret, revoltou-se e não aceita a diretiva da direção do partido. Mesmo ameaçado de expulsão do PS, diz que vai manter a sua lista na segunda volta, mesmo que seja à custa da conquista da região pela Frente Nacional (FN).

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI