Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Fuga da prisão, cabelo pintado de louro e a salto para a URSS

  • 333

FIGURA. Álvaro Cunhal, numa foto de data desconhecida

FOTO “A CAPITAL”

Da fuga da prisão de Peniche pela muralha abaixo, agarrado a um lençol, até à saída de Portugal pelo Gerês, a caminho da União Soviética, passando pelo ano entretanto passado por cá na clandestinidade, este período da vida de Álvaro Cunhal é objeto de mais um volume da biografia do líder histórico do PCP escrita pelo historiador José Pacheco Pereira

Intitulado “Álvaro Cunhal: Uma Biografia Política Vol. 3, o Secretário-Geral”, este quarto volume da biografia política do líder histórico do PCP escrita pelo historiador José Pacheco Pereira abarca o período entre 1960 e 1968 da vida do líder histórico do Partido Comunista Português Álvaro Barreirinhas Cunhal (1913-2005), que se filiou no PCP em 1931 e foi secretário-geral do partido entre 1961 e 1992. Com 480 páginas, este quarto volume da monumental biografia é publicado em dezembro.

Após 11 anos detido, com uma das penas mais longas do século XX português, “só ultrapassada pela de outros comunistas presos”, Álvaro Cunhal, então com 46 anos, foge da prisão a 3 de janeiro de 1960.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI