Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

China de novo no radar

  • 333

INVESTIGAÇÕES. Em dois dias, três corretoras anunciaram estar sob investigação por parte do regulador da Bolsa chinês

china daily/reuters

Voltou a ansiedade em relação à China. As ações chinesas sofreram na última sessão a maior queda desde o tombo de Agosto. O sentimento nos mercados a nível global ficou em nível de alerta e baixou o apetite por investimentos de risco

Detenções, corretoras investigadas, um presidente de uma financeira cotada desaparecido. A somar a isso, indicadores macroeconómicos fracos e mais empresas com dificuldade para reembolsar obrigações. A China voltou para o topo da agenda dos investidores.

O principal índice da Bolsa de Xangai caiu na última sessão 5,5% e o de Hong Kong deslizou 1,9%. O que colocou em alerta os investidores na Europa e no resto da Ásia.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI