Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Alerta máximo: Bruxelas tenta não falhar o Natal

  • 333

SEGURANÇA. Polícias e militares junto a uma das entradas do metro

epa

O metro e as escolas voltam a abrir amanhã. É grande a expectativa para saber se serão um contributo para o regresso “à normalidade”. No centro da capital belga, os comerciantes anseiam por mais movimento. O Mercado de Natal está à porta

Prazeres de Inverno”, pode ler-se num arco carregado de luzes de Natal, no centro de Bruxelas. Em frente ao Teatro de La Monnaie, a montagem da pista de gelo não parou. Centenas de barracas de madeira estão a postos para vender vinho quente e artesanato. Faltam três dias para a abertura do Mercado de Natal e a incerteza ameaça estragar a festa. Os belgas não querem deixar.

“Até sexta-feira espero que a situação se resolva”, dispara Genova Souhel. Há uma certa irritação na voz de quem vê o restaurante onde trabalha vazio. “É catastrófico. Não há turistas”, diz com a preocupação de quem está habituado a servir refeições das onze da manhã às onze da noite.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI