Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Mulher kamikaze era prima do terrorista mais procurado do mundo

  • 333

OFENSIVA Forças especiais da polícia francesa nas operações em Saint-Denis, esta quarta-feira

CHRISTIAN HARTMAN/REUTERS

A mulher kamikaze que se fez explodir esta madrugada durante o assalto da polícia a um prédio de Saint-Denis, nos subúrbios a norte de Paris, era prima de um belga de origem marroquina suspeito de ser o principal organizador dos massacres de sexta-feira na capital francesa

Paris acordou em sobressalto nesta quarta-feira com a notícia do assalto dado pelas forças especiais da polícia a um apartamento do centro de Saint-Denis, pequena cidade dos subúrbios a norte da capital onde residem sobretudo franceses das classes baixas e imigrantes de todas as origens, muçulmanos e portugueses incluídos.

Os comandos das brigadas especiais de ataque antiterrorista do RAID e da BRI foram recebidos com tiros de armas de guerra. As forças francesas procuravam prender jiadistas ligados aos atentados de sexta-feira em Paris, sobretudo Abdelhamid Abaaoud, também conhecido pelos nomes de guerra de Abou Omar Soussi ou Abou Omar “o belga”, presumível organizador dos massacres de sexta-feira.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI