Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“E se nos sentássemos à mesma mesa?”

  • 333

EMPREENDEDORES. Duas alemãs tiveram a ideia da iniciativa, os alunos, de vários países, corresponderam à chamada e o diretor da Nova Business School deu todo o apoio necessário

Como resolver a integração dos refugiados nos países de acolhimento? À mesa. Pelo menos é o que acreditam os alunos que venceram o concurso da Escola de Gestão da Universidade Nova de Lisboa que tentaram no último sábado encontrar uma saída para a crise da Europa

Christiana Martins

Christiana Martins

Texto

Jornalista

Luís Barra

Luís Barra

Fotos

Fotojornalista

Jessica, uma alemã de 25 anos, em Portugal há 12 meses e de partida para São Paulo, colocou os seus receios à Luísa, também alemã, com a mesma idade e quase a rumar a Viena, que concordou. De volta das férias do verão, o tema dos refugiados estava em todas as conversas de alunos e professores. Serão os refugiados que estão a chegar maciçamente à Europa um problema ou uma oportunidade?


Ambas vivem em Lisboa e estudam na Nova Business School, a faculdade que o “Financial Times” colocou entre as 30 melhores da Europa na área. Decidiram que o tema deveria ser debatido e os alunos convocados para encontrar propostas de solução. O diretor da instituição, Daniel Traça, alinhou. Os alunos corresponderam. Em cerca de um mês, tinham em mãos cerca de 70 candidaturas. Destas, 40 passaram à competição, em grupos formados pela própria organização.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI