Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Pesadelo nazi, purgas estalinistas e guerras de independências (e os nossos “retornados”)

  • 333

SÉCULO MORTÍFERO. O século XX foi um dos períodos que mais migrações forçadas provocou por causa de guerras. Na imagem, refugiados da II Guerra Mundial

d.r.

Se o refugiado do século XIX tinha uma origem distinta do do século XXI, o desespero e o sonho de uma vida melhor são os mesmos. A História demonstra que as fronteiras nunca foram portas encerradas, e o século XXI não será diferente

Com a Revolução Industrial a atingir o apogeu no princípio do século XX, a Europa viveu um aumento demográfico sem paralelo na sua História e a tecnologia permitiu atingir a produção em massa de todo o tipo de produtos. Não tardou muito para que a tecnologia também começasse a inovar na “indústria da morte” e em poucos anos foram construídas frotas de couraçados, aviões e tanques, milhões de armas de fogo e de artilharia capazes de transformar o campo de batalha numa paisagem lunar onde nenhum ser vivo poderia sobreviver durante muito tempo.

Em 1914 a Europa caminhou alegremente para uma guerra que todos acreditavam acabar no Natal, mas que na realidade duraria quatro longos anos e custaria a vida a milhões de soldados e civis. O desastre não terminou no dia do Armistício e o fim dos impérios alemão, austro-húngaro, otomano e russo foi o ponto de partida para um período de instabilidade que levaria ao “reordenamento populacional” da Europa de Leste e à morte de milhões nos conflitos civis e nas purgas coletivas do estalinismo dos anos 30.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI