Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Mais um muro na Europa para travar os migrantes

  • 333

FRONTEIRA. Polícias austríacos vigiam um grupo de migrantes concentrados na localidade eslovena de Sentilj, à espera de oportunidade para entrar na Áustria

SRDJAN ZIVULOVIC/REUTERS

Após a construção de uma vedação na fronteira da Hungria com a Croácia e o encerramento da fronteira entre os dois países, Eslovénia e Áustria tornaram-se zonas de trânsito procuradas por milhares de migrantes que sonham com a chegada à Alemanha. Confrontada com esta pressão migratória, Viena quer levantar “barreiras técnicas e sólidas” para controlar o fluxo

Margarida Mota

Jornalista

Depois da Hungria, é a vez da Áustria. O Governo austríaco tem planos para construir uma barreira junto à fronteira com a Eslovénia, assediada nos últimos dias por milhares de migrantes que querem prosseguir viagem até ao Norte da Europa. Durante uma visita à localidade fronteiriça austríaca de Spielfeld, a ministra do Interior defendeu a necessidade de “medidas especiais de construção” para reforçar a fronteira.

“A situação é especialmente dinâmica aqui, disse Johanna Mikl-Leitner. “Temos tido entre 3000 e 8000 pessoas a atravessar a fronteira [todos os dias]. Mas temos de nos preparar para [um cenário de] 12.000.” A governante austríaca não apresentou calendário nem orçamento para o projeto. Um documento governamental entretanto divulgado fala apenas de “barreiras técnicas e sólidas ao longo de vários quilómetros”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI