Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Governo com dificuldade em recrutar secretários de Estado

  • 333

alberto frias

Passos constituiu um Governo para poucos dias, com muita prata da casa e poucas novidades. O nome mais sonante é Rui Medeiros. E está difícil fechar a equipa de secretários de Estado - a ideia é tentar manter os que estão por mais um mês

Filipe Santos Costa

Filipe Santos Costa

Jornalista da secção Política

Bernardo Ferrão

Bernardo Ferrão

Subdiretor da SIC

É o Governo possível dentro das circunstâncias”, diz ao Expresso um dos nomes que toma posse na sexta-feira como ministro do XX Governo Constitucional. “As circunstâncias” são conhecidas: dez dias depois, o novo Governo de Passos Coelho apresenta o seu programa no Parlamento e será rejeitado pelos três partidos da esquerda. Daí a dificuldade em recrutar nomes sonantes e que fujam à lógica partidária ou de recauchutagem da equipa cessante.

“Há que ter a noção de que, com uma tripla moção de rejeição furiosamente anunciada, este governo está cercado antes de nascer. Alguém deixa de ser CEO de uma empresa neste contexto?”, pergunta outro governante. Ou seja, nem nomes fortes de independentes, nem gente capaz de fazer pontes para a direita. “Ainda assim, conseguimos algum refrescamento”, alega a mesma fonte.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI