Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Que surpresas nos reservam as meias finais?

  • 333

PLACAGEM Os Pumas (Argentina) são exímios na placagem. Aqui Juan Martin Hernandez placa o irlandês Keith Earls, no jogo que ditou o afastamento dos europeus

epa

Estatísticas e tradição dificilmente se aplicam aos jogos deste fim de semana que vão decidir quem passa à final do campeonato do mundo de râguebi

Quando os cerca de 82 mil espectadores ouvirem o apito do árbitro no início do jogo de amanhã, sábado, entre as seleções da Nova Zelândia e da África do sul, na “catedral” de Twickenham poucos terão a certeza como acabará. O mesmo vai acontecer no domingo, no jogo entre a Austrália e a Argentina, que decidirá a outra seleção presente na final, a 31 de outubro. Não fosse este o mais surpreendente mundial de sempre (ver caixa)

Tomás Morais, ex-selecionador nacional, e Martim Aguiar, treinador do Grupo Desportivo de Direito, o atual campeão nacional, não arriscam grandes prognósticos e preveem que esteja tudo em aberto até ao final dos jogos. Equilíbrio entre as equipas deverá ser a nota dominante. Mesmo que África do Sul e Argentina tenham apenas vencido um dos últimos cinco jogos com os respetivos adversários.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI