Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

António Costa envia carta ao MPLA

  • 333

VIGÍLIA. Várias centenas de pessoas juntaram-se ontem no Rossio numa vigília pelos ativistas angolanos presos

tiago miranda

O líder do PS colocou-se ao dispôr para “fazer algo em prol da resolução do caso” que envolve o luso-angolano Luaty Beirão

Tiago Miranda

Tiago Miranda

Foto

Fotojornalista

No início desta semana, António Costa enviou uma carta ao MPLA “a dizer que está a acompanhar com preocupação o estado de saúde de Luaty Beirão”, apurou o Expresso junto de fonte oficial socialista. Além de mostrar preocupação com a saúde do luso-angolano que está há 32 dias em greve de fome, o líder do PS “colocou-se à disposição” do partido angolano para “fazer algo que possa contribuir para a resolução deste caso”, disse a mesma fonte, que não adiantou mais nenhum pormenor sobre eventuais posições ou ações dos socialistas relativamente a esta matéria.

Até agora, o Bloco de Esquerda tem sido o único partido que publicamente tem colocado o caso dos ativistas angolanos presos desde junho, na agenda mediática. Já o PCP, “não se pronunciando sobre as motivações concretas dos cidadãos envolvidos neste processo e sobre a forma como as autoridades angolanas intervieram no decurso do seu desenvolvimento”, afirma que “expressou o apelo às autoridades angolanas, no quadro do respeito da sua soberania e ordem jurídico-constitucional, a sua consideração da situação humanitária de um dos detidos, que entretanto viu deteriorar-se o seu estado de saúde em consequência da realização de uma greve de fome”.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI