Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Odiava o Porto. Hoje é uma cidade onde dá gosto viver”

  • 333

INVICTO. Luís Buchinho fotografado na sua loja, no Porto

A comemorar 25 anos de carreira, o designer Luís Buchinho fala da difícil mudança para o Porto, aos 16 anos, do desafio que é fazer moda em Portugal e da paixão pela ilustração que, no futuro, se poderá transformar “em algo mais”

Encontrámo-nos de manhã no hall de um hotel em Paris, a dois passos do Printemps. Na véspera, Luís Buchinho, 46 anos, apresentara as suas propostas para a primavera/verão de 2016 numa sala do Conservatório de Artes e Ofícios transformada em discoteca para recuperar a atmosfera pop dos anos 80.

A coleção propõe uma viagem até ao início de tudo, a época em que o designer, então um jovem de 16 anos, deixou Setúbal e fui viver sozinho para o Porto para estudar moda, culpa de uma professora que descobriu nele esse talento.

Depois de Paris, apresenta-se sábado na 37ª edição do Portugal Fashion, que comemora o 20º aniversário no mesmo ano em que ele celebra as bodas de prata da carreira. O evento começa esta quarta-feira em Lisboa e vai depois para o Porto.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI