Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Atentados na Turquia aprofundam clivagens três semanas antes de eleições cruciais

  • 333

SÍMBOLOS. No local dos atentados foram colocados este domingo sapatos e flores, em homenagem às vítimas do duplo atentado deste sábado

SEDAT SUNA/EPA

As autoridades turcas confirmaram que as eleições legislativas antecipadas vão mesmo decorrer a 1 de novembro, como previsto, apesar do mortífero atentado deste sábado em Ancara, da volátil situação na vizinha Síria e da guerra que grassa no leste do país entre o exército turco e separatistas curdos

Depois do choque e do luto - ontem e hoje decorreram a maior parte dos funerais das vítimas -, os turcos expressam agora revolta perante as óbvias falhas de segurança que permitiram o ataque, e exigem responsabilidades. A pressão para a demissão de ministros do Governo interino sobe de clamor, e muitos acusam o Presidente Recep Tayyip Erdogan de cumplicidade no atentado.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI