Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Nove balizas, metas e riscos segundo Cavaco

  • 333

Marcos Borga

Crescimento da economia, alívio da austeridade, combate à pobreza. Mas também a manutenção da disciplina orçamental. Eis algumas das balizas e objetivos colocados por Cavaco Silva para o próximo Governo e para a próxima Legislatura

Na sua comunicação ao país, ontem à noite, Cavaco Silva chamou a atenção para algumas ameaças que pairam sobre a economia mundial e também sobre Portugal. Dívida externa, sustentabilidade da dívida pública ou pobreza são apenas alguns dos alertas do Presidente na sua curta declaração. A troika foi-se embora mas os problemas não. Eis nove partes chave da sua intervenção e o que elas significam e implicam.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI

  • Uma solução estável

    Num artigo de opinião, José Moura Jacinto, professor associado do ISCSP-UL, e Nuno Sampaio, docente do IEP - Universidade Católica, lembram que 13 países da União Europeia são governados por coligações de três ou mais partidos e que muitas das negociações demoraram mais de 60 dias (na Alemanha foram precisos 86 dias). E recordam o caso sueco, em que seis partidos firmaram um acordo válido até 2022 que garante estabilidade a governos minoritários