Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Volkswagen em espiral de queda livre

  • 333

ESCÂNDALO. Os problemas com o “dieselgate” podem custar à VW mais do que a fatura paga pela BP no desastre ecológico do Golfo do México

FABIAN BIMMER/REUTERS

O grupo Volkswagen deve comunicar amanhã ao Governo português a solução para corrigir a situação dos 117 mil veículos “viciados” existentes em Portugal. Em termos fiscais, o Estado não arrecadará receitas adicionais, porque as emissões poluentes em causa não são tributáveis

Os proprietários dos 117 mil carros a diesel com motores “manipulados” matriculados em Portugal, das marcas Volkswagen, Audi, Seat e Skoda, aguardam as soluções que o Grupo VW se prepara para lhes comunicar amanhã, quarta-feira, 7 de outubro. Em causa está a forma mais eficiente de resolver no mercado nacional o problema técnico do escândalo “dieselgate”, que terá de corrigir o sistema que distorce os valores das respetivas emissões poluentes - sobretudo ao nível dos óxidos de azoto, o designado NOx, cujas emissões são responsáveis pelo fenómeno das chuvas ácidas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI