Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Críticos de Costa pressionam Assis

  • 333

rui duarte silva

Seguristas ainda não desistiram de Francisco Assis mas eurodeputado continua em silêncio. Se ele não avançar, avança Beleza. Até porque, pelos estatutos em vigor aquando da eleição de Costa, este tem até 120 dias após as legislativas para marcar um Congresso

Cristina Figueiredo

Cristina Figueiredo

Jornalista da secção Política

António Costa, “manifestamente”, não se demite. Mas no PS somam e seguem as vozes a exigir-lhe que saia de cena. Ou, pelo menos, que se (re)apresente a votos num Congresso. Que nem será antecipado: de acordo com os Estatutos em vigor aquando da eleição de António Costa, em novembro de 2014, o secretário-geral tem até 120 dias após as eleições legislativas para convocar um congresso. Está certo que esta norma foi uma das que desapareceu com a atualização dos Estatutos proposta por Costa no último congresso mas é a que ainda é válida no seu caso, uma vez que a nova versão só se aplica aos futuros eleitos. Fonte oficial do PS admitiu à Lusa que Costa poderá anunciar o Congresso amanhã, na reunião da Comissão Política marcada para as 21h30, esvaziando assim as intervenções que muitos dos seus críticos se preparavam para fazer.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI