Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“O maior medo foi não salvar um ferido em Kunduz”

  • 333

NATO. Christian Vogl numa ação de resgate

d.r.

Para o alemão Christian Vogl, médico de resgate aéreo em situações de crise, o medo não é o pior, o pior é falhar. Uma das operações que mais o marcaram foi em Kunduz, a cidade afegã onde os EUA acabam de lançar ataques aéreos para estancar a primeira ofensiva talibã nesta região em 14 anos

Até as paixões precisam de um início. E a atração pelo abismo obriga sempre a um primeiro passo. Para Christian Vogl, médico militar alemão especializado em resgates aéreos em ambientes hostis, o primeiro passo foi mesmo em direção a um precipício, nos Alpes alemães. Começando assim, o céu era o limite. E foi.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI