Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Europa acorda divisão de refugiados pelos Estados-membros

  • 333

ORDEM. A polícia tenta controlar os milhares de migrantes que aguardam seguir de autocarro da Sérvia para a Croácia

ANTONIO BRONIC / REUTERS

A partir desta terça-feira, e até 4 de outubro, estão suspensas as ligações de comboio entre a Áustria e a Hungria a partir de Munique. Esta ae outras medidas estão a limitar o movimento na Europa central. O espaço Schengen parece ferido de morte enquanto os líderes dos 28 tentam negociar saídas em Bruxelas

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

Os ministros do Interior e da Justiça da União Europeia reuniram-se esta terça-feira em Bruxelas e acordaram a recolocação de 120.000 refugiados, número alcançado no Conselho de 14 de setembro, e que deve ser somado aos 40.000 anteriormente acordados. Depois de uma série de Estados terem recusado as condições e as quotas propostas pela Comissão Europeia, este novo encontro de emergência conciliou as divergências entre os Estados-membros perante a crise dos refugiados. Até agora, os esforços para alcançar um consenso ou aceitar a obrigatoriedade de cumprimento das quotas tinham falhado e os países não tinham chegado a acordo nem relativamente à imposição de penalizações financeiras aos países que se recusem a participar no esquema proposto.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI