Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Quando era novo, queria mudar o mundo pelas armas. Agora quero mudá-lo com a câmara”

  • 333

VENEZA Mohsen Makhmalbaf na apresentação de “O Presidente” no Festival de Veneza

O cineasta Mohsen Makhmalbaf, um dos três nomes mais importantes do “novo cinema iraniano”, regressa às salas portuguesas, com “O Presidente”. Em entrevista ao Expresso, falou do filme, dos equívocos políticos do seu passado e dos motivos que, há uma década, o levaram a abandonar o Irão

Lado a lado com Abbas Kiarostami e Jafar Panahi, Mohsen Makhmalbaf é uma das figuras que compõem a ‘santíssima trindade’ do novo cinema iraniano (aquele que floresceu no país após a revolução islâmica de 1979). Porém, de entre as cerca de trinta obras que Makhmalbaf realizou até hoje, poucas foram as que tiveram honras de estreia comercial entre nós.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI