Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

“Não há modelos perfeitos no combate à toxicodependência”

  • 333

SUCESSO. Jorge Quintas diz que a principal virtude do sistema português é encarar a droga como uma questão de saúde pública

rui duarte silva

14 anos após a descriminalização do consumo de droga, o modelo português é apontado internacionalmente como um exemplo de sucesso. Jorge Quintas, docente da Escola de Criminologia da Faculdade de Direito da Universidade do Porto, foi muito solicitado pelos especialistas presentes na Eurocrim 2015. O Expresso falou com ele

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

A 15ª Conferência Europeia de Criminologia, o maior encontro internacional da especialidade, terminou no sábado, no Porto. O Expresso entrevistou o investigador Jorge Quintas, de 48 anos, que diz que a legalização da venda de drogas, defendida pela ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, não o repugna, desde que bem regularizada, para evitar riscos. O controlo da qualidade das substâncias e a cobrança de impostos são duas das razões que no entender de Jorge Quintas poderão pesar numa decisão política neste sentido.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI