Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O meu corpo e os vossos olhares

  • 333

Ao expor a sua nudez, a cabeça de lista por Lisboa da coligação PTP/Agir assume uma atitude que também é política e cujos resultados poderão, ou não, ser conhecidos em outubro

Os corpos falam. Constroem uma linguagem. Estabelecem um discurso. Até quando apenas procuram o silêncio. Os corpos são. Os corpos irradiam luz, mesmo se escondidos na sombra. Da indiferença ou da provocação. O olhar cruza-se com o corpo. Nenhum olhar renega nenhum corpo. Mesmo se o corpo se expõe agressivo. Mesmo se o corpo nos perturba como fragmento amoroso. Nenhum corpo dispensa o olhar. Não importa se dos outros, se do todo indefinido constituído pela contemplação do próprio corpo.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI