Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Primeira central eólica offshore: ficará em alto mar, dá para alimentar Castelo Branco e está pronta em 2018

  • 333

NOVA ESCALA. A central Windfloat replicará, mas com uma potência bem maior, o protótipo já em funcionamento ao largo da Póvoa de Varzim desde 2012

d.r.

Ficará a 18 kms da costa, à qual ficará ligada por um cabo submarino, e as suas torres, com quase 100 metros de altura, produzirão energia suficiente para 40 mil famílias. O projeto, cuja construção vai gerar 500 empregos, será subsidiado pelos consumidores de eletricidade

Miguel Prado

Miguel Prado

Jornalista

Quando estiver pronta, a primeira central de energia eólica offshore em Portugal produzirá eletricidade suficiente para abastecer mais de 40 mil famílias. Até lá há um longo caminho a percorrer. Os dezoito quilómetros de mar entre Viana do Castelo e a localização da futura central eólica são um pormenor no complexo processo de desenvolvimento deste parque offshore, que envolverá, garantem os promotores, diversas empresas portuguesas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI