Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Mais 82 mortos e 200 desaparecidos em naufrágios no Mediterrâneo

  • 333

ESPERANÇA Refugiados sírios percorrem os caminhos-de-ferro entre a Sérvia e a Hungria para conseguir entrar na Europa

FOTO MARKO DJURICA / REUTERS

A morte regressou ao Mediterrâneo. Dois barcos com 500 pessoas que tentavam chegar à Europa naufragaram ao largo da Líbia. Há 82 mortos e 200 desaparecidos. Junto à outra porta de acesso de refugiados à Europa, nos Balcãs ocidentais, as autoridades húngaras anunciaram a detenção de quatro pessoas relacionadas com a morte de 71 sírios no interior de um camião

Previa-se que este verão seria dramático para os refugiados migrantes que tentam atravessar o Mediterrâneo. Mal o mar dá tréguas, milhares lançam-se à sua sorte nas águas líbias, para tentarem a perigosa travessia em direção à Grécia ou a Itália. Ou ao fundo do mar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI