Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Ações europeias com pior mês em 7 anos

  • 333

FOTO REUTERS

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as 300 maiores empresas cotadas europeias, está a caminho de ter em agosto o pior mês dos últimos sete anos. Nos EUA, o dia está a ser positivo. Mas as nuvens mantêm-se na China

O mês de agosto deverá ser o pior mês dos últimos sete anos para as ações europeias. A tempestade oriunda da China levou o índice FTSEurofirst 300 a desvalorizar 12% desde o início do mês, segundo dados da Thomson Reuters.

As bolsas europeias tiveram esta quarta-feira um dia negativo, mantendo-se uma grande instabilidade e nervosismo. A travar uma maior descida dos mercados acionistas na Europa esteve a expectativa de que o Banco Central Europeu (BCE) poderá adotar mais medidas de estímulo económico, se necessário.

Em Lisboa, o índice PSI20 fechou a cair 0,99% para os 5.164,19 pontos. Em agosto, o índice desvalorizou 11,3%. “As coisas podem facilmente ficar muito piores antes de melhorarem”, refere uma análise do banco ING. “Não se sabe exactamente quando vai terminar este movimento da China ou se a resposta do banco central chinês vai funcionar.”

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI

  • Bolsas. E ao terceiro dia, Xangai volta a fechar no vermelho

    Mais uma sessão bolsista imprópria para cardíacos. O índice de Xangai perdeu 3% a meio da manhã, recuperou ao começo da tarde mais de 4%, e depois entrou em queda e na última meia hora deu um trambolhão. O “Senhor das Ações”, um touro de três toneladas em Xiamen, ainda não deu sorte