Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Polícias britânicos de partida para Calais

  • 333

DESESPERO Um migrante tenta passar sobre uma vedação em arame, perto da linha férrea do Eurotúnel, em Calais

FOTO ZOLTAN BALOGH/EPA

Após Angela Merkel ter dito que a crise migratória deve ser a maior preocupação da Europa, França e Reino Unido arregaçaram mangas e avançaram um plano conjunto para “atacar” o problema em Calais

Margarida Mota

Jornalista

França e Reino Unido parecem ter ultrapassado a tensão bilateral do início do verão, surgida no pico da crise migratória em Calais, após Londres ter responsabilizado Paris pela situação caótica junto ao Eurotúnel. Esta quinta-feira, de visita àquela mediática cidade portuária francesa, os ministros do Interior de França e Reino Unido, Bernard Cazeneuve e Theresa May, anunciaram um plano de ação conjunto visando o combate às redes de crime organizado. São elas que alimentam o problema fazendo negócio com o desespero de milhares de migrantes que tentam atravessar ilegalmente o Canal da Mancha.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI