Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

A diferença que um dia faz

  • 333

RÉU Oscar Pistorius foi condenado por homicídio involuntário da namorada e condenado, em outubro do ano passado, a cinco anos de prisão efetiva

Siphiwe Sibeko/Reuters

Oscar Pistorius ia ser libertado esta sexta-feira, dia em que completa dez meses de prisão (dos cinco anos a que foi sentenciado). Mas a decisão foi suspensa porque a justiça só pode considerar uma libertação depois dos dez meses e não antes

Há dias que nos ficam na cabeça. É que, de uma forma ou outra, há dias que nos marcam mais do que os restantes (lembra-se daquela música “What a difference a day makes?”). O dia que Oscar Pistorius nunca irá esquecer é o dia dos namorados - 14 de fevereiro, portanto - de 2013. Porque foi o dia em que a namorada, Reeva Steenkamp, morreu. Baleada pelo próprio Pistorius, condenado a cinco anos de prisão pelo ato, apesar de ter alegado que pensava estar a disparar sobre um assaltante que lhe invadira a casa.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI