Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Seis concertos que não pode mesmo perder em Paredes de Coura

  • 333

FOTO D.R.

O nosso especialista da revista Blitz olha para o festival e escreve sobre os concertos mais aguardados de um evento que já esgotou os bilhetes

Luís Guerra

Jornalista

Festival minhoto começou esta quarta-feira com casa que se anuncia quase cheia. Valores seguros e promessas da música alternativa num filme sempre verde. E estas são as nossas escolhas.

Slowdive

19/08, 22h30, Palco Vodafone

Os reencontros após ausência prolongada podem ser lixados (“ganhaste barriga, pá”, “logo tu, que tinhas tanto cabelo”, “então agora só ouves a Smooth FM?”), mas também os há – poucos, raríssimos – em que só se pode dizer mesmo “caramba, estás igual, como é que conseguiste?”. Foi a nossa deixa no ano passado quando os Slowdive, velhas glórias do shoegazing e da pop sonhadora do início dos anos 90, subiram ao palco de outro festival português, no Parque da Cidade do Porto, para um concerto que fez parte de uma digressão de comeback. Em Paredes de Coura, vamos ter direito a reprise e não há de ser mais um ano em cima a fazer mal aos cristalinos momentos de “Souvlaki”, a obra-prima de 1993, berço dos relaxantes ‘Alison’ e ‘When the Sun Hits’. Atente na harmonização de vozes entre Neil Halstead e Rachel Goswell. Feche os olhos. Vai resultar.

Para continuar a ler o artigo, clique AQU