Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

De “panelaço” a “destituição”, a luta continua

  • 333

CONTRA DILMA “Impeachmente já!”, lê-se neste cartaz que dominava a concentração na avenida Paulista exigindo a destituição da Presidente

FOTO PAULO WHITAKER /REUTERS

Milhares de pessoas em todo o Brasil protestaram este domingo contra o governo, culpando a sua liderança. A palavra de ordem exigia a destituição de Dilma Rousseff e a “cabeça” de Lula da Silva e do PT

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

Neste domingo, 169 cidades, incluindo as 26 capitais estaduais e Brasília, viram milhares de pessoas juntar-se em manifestações contra o Governo federal. Como é costume, a metrópole S. Paulo bateu o recorde de concentração, com 135 mil pessoas contabilizadas por uma sondagem da Datafolha a encherem a avenida Paulista, chegando a 350 mil no pico da concentração, segundo números da policia militar divulgados pela Secretaria de de Segurança da cidade. Os 53 municípios de S. Paulo envolvidos nos protestos reuniram perto de meio milhão de pessoas contra o Governo liderado por Dilma Rousseff.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI