Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O Benfica de... ninguém

  • 333

José Sena Goulão / Lusa

Jorge Jesus passou a semana a dizer que o Benfica de Rui Vitória ainda era o Benfica de Jesus e Vitória fez questão de contrariá-lo e deu-se mal. Porque este Benfica não é de ninguém - e suscita mais dúvidas do que certezas para a Liga que começa sexta-feira

- Romeiro, romeiro, quem és tu?
- Ninguém.

Depois de 20 anos de cativeiro, desaparecido na batalha de Alcácer Quibir, nem a própria mulher reconhece D. João de Portugal quando ele regressa a casa, travestido de romeiro incógnito. A dimensão sebastianista e trágica de “Frei Luís de Sousa” é aplicável, hoje, ao irreconhecível Benfica (Almeida Garrett que me perdoe a liberdade), que viu D. Sebastião evaporar-se (e reaparecer em Alvalade) e teve a equipa desaparecida numa pré-época itinerante e interminável.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI