Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

72 horas a combater nas barbas dos russos

  • 333

FOTO J. Parracho / Marinha

Os russos andam por cá com bombardeiros e a NATO por lá com fragatas e destroyers. Este é o diário de bordo de um exercício no Mar Negro liderado por um almirante português, no comando de uma das forças navais permanentes da Aliança Atlântica. Um exclusivo Expresso

Carlos Abreu

Atlântico, Mediterrâneo, Estreito de Dardanelos, Mar de Mármara, Bósforo. A mais de 2600 milhas náuticas de Lisboa (quase cinco mil quilómetros) navegou em julho a fragata D. Francisco de Almeida. Nas águas do mar a que chamam Negro cumpriu ao serviço da NATO a sua primeira missão. Juntamente com a fragata holandesa Tromp formam até dezembro o núcleo duro de uma das duas forças de navios escoltadores da Aliança Atlântica, a Standing NATO Maritime Group 1 (SNMG1). A comandar esta força naval estará até ao Natal o contra-almirante Silvestre Correia, 55 anos de idade, 37 de Marinha.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI