Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Um hospital em estado crítico

  • 333

reuters

No principal hospital de Atenas faltam médicos para socorrer todos os que precisam de ser tratados. Há quem regresse a casa sem ter sido atendido

No hospital de Evangelismos, o maior de Atenas, cada médico faz o trabalho de três. Nenhum dos que se reformou nos últimos cinco anos foi substituído e os cortes no orçamento da Saúde obrigaram a dispensar alguns clínicos, sobretudo os jovens internos. Agora, faltam mãos para socorrer as mais de 1500 pessoas que todos os dias dão entrada nas urgências. 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI

  • Dia 13 não é sexta-feira, mas pode ser dia de bancarrota

    Atenas enviou hoje um pedido de empréstimo ao Mecanismo Europeu de Estabilidade. O limite para um acordo é domingo, na cimeira europeia. Se não houver fumo branco, a Grécia voltará a falhar pagamento ao FMI, e a um incumprimento  em larga escala pode juntar-se um colapso bancário, num momento em que emerge o pânico financeiro na China