Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O estado da Nação, com vista para a Grécia

  • 333

CURTO E PREVISÍVEL. Amanhã à tarde há o debate sobre o estado da Nação, antes do Parlamento ir de férias

Marcos Borga

Já houve um tempo em que o debate do estado da Nação durava dia e meio. Mas nos tempos que correm a coisa resolve-se em três horas e é quase tudo previsível. Não fosse a Grécia. Pedro Passos Coelho preveniu-se para o debate de amanhã: “Pode ser que possamos falar da confiança que temos quando olhamos para a zona euro e para Portugal”. O PM disse isto sem se rir

Pedro Passos Coelho sabe que este ano o debate do estado da Nação vai ter um protagonista extra - a Grécia e o NÃO que mais de 60% dos gregos disseram à cartilha oficial do euro - e tentou prevenir-se. No encerramento das Jornadas Parlamentares conjuntas do PSD e do CDS, hoje, no distrito de Setúbal, Passos criticou a “cristalização de opiniões e argumentos a que nos habituámos nestes debates” e exprimiu um desejo: que a discussão de amanhã não seja piegas.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI