Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

A montanha-russa das negociações

  • 333

DECISÕES. Os encontros entre gregos (representados na foto por Yanis Varoufakis à esquerda) e credores (Jeroen Dijsselbloem, presidente do Eurogrupo, do lado direito) têm-se sucedido a um ritmo estonteante

OLIVIER HOSLET / EPA

Enquanto as negociações entre Governo grego e credores oficiais se arrastam, olhamos para o que se passou nos últimos três dias. Retrato de 72 horas alucinantes, em que os sinais para um acordo foram do céu ao inferno em pouco tempo

Cátia Bruno

Cátia Bruno

Jornalista

De contraproposta em contraproposta, as negociações desta quinta-feira não produziram ainda resultados. Os encontros sucederam-se esta manhã e o Eurogrupo acabou por avaliar dois documentos, um grego e outro dos credores, acabando por não ser possível produzir um acordo intermédio. Nova reunião dos ministros das Finanças europeus pode ser marcada para sábado e, até lá, as negociações continuam. No ritmo acelerado com que já nos têm habituado, a avaliar pelos últimos dias. 


Para continuar a ler o artigo, clique AQUI