Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Uma mão cheia de futuro para Saramago

  • 333

MISSÃO. Preservar a memória do escritor é uma das preocupações de Pilar del Río

ANA BAIÃO

Cinco anos passados sobre a morte do Nobel da Literatura português, Pilar del Río, viúva do escritor, faz da efeméride uma celebração em que se multiplicam os sinais de que a presença de José Saramago veio para ficar

Emocionada, Pilar del Río pega numa fotografia de João Francisco Vilhena: duas mãos abertas, cheias da terra escura de Lanzarote. A imagem serve de mote à evocação de José Saramago, desaparecido faz amanhã cinco anos. Durante todo o dia, a Fundação dedicada ao escritor abrirá gratuitamente ao público as suas instalações, na antiga Casa dos Bicos.


Para continuar a ler o artigo, clique AQUI