Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Cunhal, Vasco e Eugénio: partiram os três há dez anos

  • 333

COMUNISTA. Álvaro Cunhal morreu no dia 13 de junho de 2005

RUI OCHOA

No espaço de dois dias, a morte levou o primeiro-ministro do Verão Quente, o ex-secretário geral histórico do PCP, e um poeta que os apreciava 

Luís M. Faria

Jornalista

Álvaro Cunhal aguentou muitos sacrifícios ao longo da vida, mas o seu maior desgosto estava-lhe reservado para a velhice: o fim da URSS, à qual um dia ele chamara o sol do mundo. O Partido Comunista Português, ainda por cima, tinha inicialmente apoiado o golpe de estado anti-Gorbachev em 1991, um golpe que, ao falhar, gerou a dissolução da entidade criada por Lénine, e em consequência o fim da Guerra Fria.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI