Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Christopher Lee, o mais elegante dos Dráculas

  • 333

UMA MARCA. Christopher Lee no papel ao qual ficaria associado, o de Conde Drácula

KOBAL COLLECTION/HAMMER

Foi o mais distinto dos Dráculas e o cinema deu-lhe tudo: as nozes, e os dentes. Sem formação de ator, foi um dos mais prolíficos. Ficou associado aos filmes de terror, mas participou em muitos mais (281), ao ritmo de uma dezena por ano. E, já a entrar nos 80, chamaram-no para “O senhor dos anéis”

Christopher Lee passou tanto tempo nos filmes do ‘lado de lá’ da razão e da realidade, no terreno do horror e da fantasia em aliança com a morte, que já todos nós nos esqueceramos que ele podia, de facto, morrer. Londrino e inglesíssimo, tanto que o país faria dele um “Sir”, tinha, aos 93 anos (feitos há pouco, a 27 de maio) uma filmografia tão extensa que esta bem poderia rivalizar com o genérico de fim de “A Guerra das Estrelas”. 

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI