Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O pianista que tentaram silenciar

  • 333

RESILIÊNCIA. O pianista foi vítima de abuso sexual entre os cinco e os 10 anos de idade

GETTY IMAGES

James Rhodes viveu e calou uma história de vergonha. Quando conseguiu falar, escreveu um livro. Mas teve de enfrentar uma  dura e desconcertante batalha judicial para o publicar

Esta história tem três elementos: um livro, um piano e um processo judicial. Na verdade, tem mais um: a luta pela sanidade mental de um homem que toda a vida se debateu contra as sequelas do abuso sexual infantil, chegando a estar internado longos períodos por tentativas de suicídio. James Rhodes é o seu nome, e muitos o conhecerão. Trata-se de um dos pianistas mais out-of-the box do Reino Unido, o primeiro músico erudito a assinar um contrato com uma grande discográfica vocacionada para o pop-rock, que sobe ao palco de calças de ganga e de T-shirt, lendo as partituras de um iPad que coloca em cima do instrumento e dispensando o mito do pianista “autista, frágil, amortalhado pelo seu génio, que veste smoking e é um sábio idiota”. 


Para continuar a ler o artigo, clique AQUI