Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Como é que um pano se transforma numa bandeira?

  • 333

VERDE E RUBRO Estas duas cores foram usadas pela primeira vez em 1385, por D. João I (a quarta bandeira, na fila de cima)

FOTOS IMAGENS DO LIVRO "HERÓIS DO MAR - HISTÓRIA DOS SÍMBOLOS NACIONAIS"

À semelhança da roupa, as bandeiras também têm modas. Eram quadradas na Idade Média, retangulares no período moderno e contemporâneo. A República recupera as cores da bandeira do Mestre de Avis e, neste século, o desporto, sobretudo o futebol, têm um papel determinante na popularização deste símbolo da nação. Esta quarta-feira é 10 de Junho, Dia de Portugal

Há quem morra para defender um bocado de pano. Ou pelo menos o que ele representa. E isto acontece porque esse bocado de pano provoca em muitos uma intensa vibração. Uma pulsão patriótica. Identitária. Em Portugal, muitos julgam que as cores da bandeira nacional simbolizam a esperança e o sangue derramado dos heróis. Mas isso é um mito. O verde tem pouco a ver com a esperança ou com a cor do mar que foi desbravado pelos afoitos marinheiros dos Descobrimentos.  

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI