Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

As armas secretas do Daesh para tomar Ramadi

  • 333

SEM TRÉGUA. Forças iraquianas defendendo o seu quartel-general, no passado dia 14 de maio

Reuters

Há duas semanas os ultra-jihadistas recorreram a novas armas e táticas para tomar a capital da província de Anbar 

Veículos de lagartas blindados, camiões carregados de explosivos, infiltração de pequenos grupos de infantaria… Não foi por falta de combatividade que o exército iraquiano foi derrotado em Ramadi, mas por não ter doutrina nem armamento adequados a uma nova viragem na guerra civil.A primeira reação dos responsáveis norte-americanos à perda da cidade de Ramadi, no oeste do Iraque, foi estigmatizar a falta de combatividade do novo exército iraquiano. O secretário da Defesa norte-americano, Ashton Carter, fora ao ponto de dizer que as forças iraquianas não pareciam ter vontade de lutar. Agora, que passaram 15 dias sobre os acontecimentos e a poeira assentou, a análise dos acontecimentos começa a apontar noutro sentido.

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI