Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

FIFA: “Toda a gente sabia” mas só os americanos quiseram saber

  • 333

Joseph Blatter está a ser muito pressionado para deixar a presidêmncia da FIFA

ENNIO LEANZA / EPA

O caso de corrupção na FIFA parece o colapso do BPN: uma vez divulgado, “toda a gente sabia”. Mas, décadas de rumores depois, foi uma investigação nos Estados Unidos que rebentou com o escândalo no organismo do desporto-rei da Europa. Nos Estados Unidos? Sim. Eis porquê. Eis como. 

Joseph Blatter não se demite; recandidata-se à presidência da FIFA nas eleições desta sexta feira; e fá-lo prometendo limpar o futebol da desonra de que a sua própria equipa é suspeita. A pressão dos últimos dias para que Blatter saísse da FIFA não o demoveu. E nenhuma pressão é maior do que a da justiça americana. Foi no país onde o futebol não é rei nem príncipe que nasceu a investigação que atacou a corrupção no organismo que organiza os campeonatos do mundo de futebol. 

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI