Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

O misterioso caso do taxista em fuga depois da queda do passageiro

  • 333

MISTÉRIO. Um comissário de bordo da TAAG caiu de um táxi junto à estação de serviço da Repsol na Segunda Circular, em Lisboa

Tiago Miranda

O motorista não é suspeito de homicídio do cidadão angolano que caiu em andamento na Segunda Circular mas pode ser detido pelo crime de omissão de auxílio. PJ pediu ajuda à Federação do Táxi para encontrar o motorista.  

Era uma viagem noturna até ao hotel, antes da partida para Luanda, dali a umas poucas horas. Rui Dibuela, de 22 anos, regressava do centro de Lisboa com a namorada, sem que nada indicasse que aqueles minutos viriam a ser os últimos da vida do jovem comissário de bordo das linhas aéreas angolanas, TAAG. Pouco depois da meia-noite de segunda-feira o trânsito fluía sem grandes problemas na Segunda Circular, como sempre. Só que um incidente na estrada terá perturbado o motorista do táxi que transportava o casal de namorados. E a viagem, que estava a ser pacata, tornou-se num pesadelo. 

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI