Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Eleições locais num país fragmentado

  • 333

Se o resultado for tão fragmentado como se prevê, o puzzle do poder local vai ser difícil de montar

Eloy Alonso/Reuters

Os espanhóis elegem, no domingo, os dirigentes dos municípios e regiões. Podemos e Cidadãos são os partidos que quebram os paradigmas habituais.

No domingo vota-se em Espanha. A jornada eleitoral servirá para escolher os dirigentes daquele que é, porventura, o nível de governação mais próximo do eleitor: o poder local. Mas desta vez é diferente. As opções dos mais de 36 milhões de eleitores habilitados a votar podem abalar o que têm sido as tradições do regime democrático fundado em 1975.

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI