Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Milhares de desesperados à deriva nos mares do sudeste asiático

  • 333

FIM DA VIAGEM. Migrantes a bordo de um navio tailandês apresado pelas autoridades da Malásia no sábado passado

OLIVIA HARRIS/ REUTERS

Agora que as Filipinas aceitaram acolher alguns dos milhares de migrantes que navegam nos mares da Ásia, esperam-se soluções para a maior crise de migração mundial desde o final da II Guerra Mundial.  

Cristina Peres

Cristina Peres

Jornalista de Internacional

As Filipinas foram o primeiro país da região a oferecer-se para socorrer os milhares de refugiados e migrantes “presos” nos mares da Ásia. Ao mesmo tempo que faziam esta declaração, esta terça-feira, as autoridades filipinas desmentiam a intenção - da qual foram acusadas - de terem um plano para forçar o regresso dos barcos para a sua origem com os milhares de pessoas a bordo que tentam fugir à perseguição em Myanmar (antiga Birmânia) e à miséria no Bangladesh.

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI