Siga-nos

Perfil

Expresso

Diário

Juros da dívida na zona euro disparam desde final de abril

  • 333

Reuters

Paradoxalmente, a exceção aqui é a Grécia. Apesar do risco de “acidente grego”, os juros das obrigações a 10 anos desceram no mercado secundário, enquanto o custo de financiamento disparou para os restantes da zona euro, com destaque para Irlanda e Itália. Juros das OT subiram de 2,1% para 2,5%.

A trajetória de subida das yields da dívida obrigacionista da zona euro no mercado secundário prossegue, com a exceção da Grécia. Apesar das yields das obrigações gregas no prazo de referência a 10 anos terem descido desde 30 de abril, em virtude dos investidores continuarem à espera de um acordo entre o governo grego e os credores oficiais, o custo de financiamento da dívida de longo prazo subiu para os restantes membros do euro.

Para continuar a ler o artigo, clique  AQUI

(O Expresso Diário é de acesso gratuito até esta sexta-feira)